Come abbinare scarpe e borsa - Boutique29

Como combinar sapato e bolsa

Uma escolha que nunca é tão fácil quanto gostaria: como combinar sapatos e bolsa de maneira eficaz? Aqui estão as regras a seguir e conselhos para evitar erros

Algum tempo atrás analisamos juntas como escolher a cor do sapato pensando em combinações com roupas, acessórios e etc. Hoje queremos estreitar o olhar, olhar para as regras da combinação de sapatos e malas. Como fazer a combinação perfeita? Esta é uma questão que desafia todos os dias milhares de mulheres que , pouco antes de sair de casa, muitas vezes precisam repensar toda a roupa para pagar as contas.

Combinar sapatos e bolsas: as regras gerais

Antes de entender como combinar sapato e bolsa, é bom aprender como combinar esta última com roupa: a bolsa pode até ser perfeita para aquele sapato, mas se destoar com o vestido só pode dar errado!
Na hora de combinar bolsas e roupas é sempre bom olhar o equilíbrio final, com um elemento tendo que equilibrar o outro. Assim, por exemplo, um vestido berrante ou com estampas ousadas deve ser atenuado pela sobriedade da bolsa, que deve, portanto, ser preferencialmente lisa e de cor neutra.
Nunca cometa o erro, então, de misturar os estações do ano. Uma bolsa de inverno nunca deve ser usada com sandálias ou chinelos, assim como uma bolsa de palha nunca deve ser usada com botas de combate ou botas decididamente de inverno.
No caso de peças originais, então, vale é bom para entender o que o olhar de quem observa a roupa terá que focar. Quem quiser surpreender com a própria bolsa de couro, por exemplo, terá que voar baixo na escolha do calçado; quem quiser desviar o olhar de todos para os novos saltos, por outro lado, terá que escolher uma bolsa sóbria, não excessivamente ousada, para não ter que lutar contra as luzes do palco junto com os sapatos.

A cor e a combinação perfeita entre sapato e bolsa

Antigamente havia pouquíssimas dúvidas: para combinar perfeitamente com sapatos e bolsas, eles tinham que ser um pingente. Portanto, a associação ideal era aquela com as mesmas cores, as mesmas texturas, os mesmos padrões, para fazer a bolsa lembrar o sapato, e vice-versa. E hoje? Hoje sapatos e bolsas, na maioria das vezes, podem facilmente ser diferentes, referindo-se um ao outro no máximo por um detalhe. Há até quem, passando de um extremo ao outro, estabeleça que a bolsa e os sapatos devem ser o mais dessemelhantes possível.

Aqueles que combinam a cor do sapato e da bolsa com muito escrúpulo, portanto, correm o risco de aparecer fora de moda. Se a era do emparelhamento a qualquer custo já passou, no entanto, ainda é um bom conselho procurar um eco, uma referência, entre os sapatos no chão e a bolsa no ar. O mesmo padrão, mas em cor diferente, ou a mesma cor, mas em tom diferente, com bolsa azul por exemplo e sapatos azulados. Atenção: para quem não abre mão das combinações de cores (por exemplo bota preta com bolsa preta) o caminho das texturas diferentes está sempre aberto!

Pintando sapatos e bolsas

No desafio diário de combinar sapatos e malas, e de combinar estas últimas com roupas, para depois perceber que o outfit nada tem a ver com sapatos, muitas vezes damos por nós a ter algumas peças que nunca vêm usadas. Para ultrapassar este problema, o truque é colorir os infelizes sapatos ou malas com a cor desejada, de modo a poder reintegrá-los permanentemente no seu guarda-roupa "activo"



Voltar para o blog